Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2010

Para uma percussão poética

Das conversas que tenho tido com amigos percussionistas e do meu trabalho como arte-educador andei refletindo sobre o ritmo e poesia popular. Desses estudos e reflexões concluí que as semelhanças entre música e poesia ultrapassam a mera coincidência de ser duas artes que tem como matéria o som. O ritmo musical tem sua origem relacionada ao ritmo poético. Nos versos da antiguidade clássica observamos a dependência do primeiro ao segundo: É que o acento das palavras e sua duração em breves ou longas eram reproduzidos no acompanhamento musical. Isso atravessou milênios e a música só se libertou por completo do ritmo poético por volta do séc. XIX. Mas a música popular, aquela feita para dança e rituais – e como a maioria feita hoje para fins comerciais –, inda depende do ritmo poético.
     Para o poeta a divisão silábica é feita pela fala e não pela gramática, disso resulta ser a sílaba poética ligada à pronúncia, à sonoridade das palavras no verso. Daí decorre didaticamente a definição d…

As voltas em torno do sol

Os anos passam no tempo e no espaço mesmo que o tempo seja ruim e o espaço apertado. A aparente calmaria toma conta do mundo em crise. As guerras se fazem inda nos mesmos territórios e pelos mesmos motivos . Já a fome, essa expandiu um pouco para barriga dos gordos.
O tempo continua de mediocridade.
A massa vive no calendário lunar: em tempo mensal ou até quando acabar o salário e receber o próximo; as pequenas e médias empresas e seus respectivos donos vivem no tempo do balanço anual; as grandes vivem seu planejamento de cinco ou dez anos; e as transnacionais fecharam seu ciclo de trinta ou quarenta anos arrastando o mundo para mais uma crise.
A eternidade é coisa do divino.
O preâmbulo acima é só para mostrar que contar e comemorar as voltas que o planeta faz em torno do sol, as que damos junto com ele, é pura convenção. Na realidade o tempo humano depende de como produzimos e reproduzimos nossas vidas.
Faço trinta e duas voltas nesse ano e quem sabe faça mais uma reviravolta. O ano pas…