Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Dos poemas antes postados

         Há poucos dias escrevi um soneto. Ontem entreguei no destino. O soneto como outros poemas não serão postados aqui. Pensarão então em qual critério faz um estar e outro não. O critério apareceu com o tempo. Hoje vários poemas não postaria, principalmente os primeiros, dos dias tenebrosos d’uma muda de espírito. Os outros são exercícios, exercícios de comunicação poética.          Da forma bela p’r’uma bela forma.          Uns bons exercícios, outros não tão bem executados. Importante é que foram úteis no aprendizado de novas formas ou variações p’r’os nossos versos populares. Uns fiz para amigas de carne e osso, outros p’ra gente que circula nesse real que não é atual. Peço obrigado a quem cedeu fotos que inspiraram e ilustraram essa fase do blog. Agora, falando sério, a fase é outra.          A muda do espírito está completa.          “...Quanto mais versamos os modelos, penetramos as leis do gosto e da arte, compreendemos a responsabilidade, tanto mais se nos acanham as mãos e o…